Skip to content
Você está em: Pagina Inicial arrow Caraguá News arrow Licitação para Hospital Regional em Caraguá é anunciada para março de 2015
Licitação para Hospital Regional em Caraguá é anunciada para março de 2015

Hospital Regional de Caraguá
O Hospital Regional será construído em uma área de 20.226,96 m², e terá cinco pavimentos, 202 leitos, sendo 40 para UTI.
 
Durante visita do secretário adjunto da Saúde do Estado de São Paulo, Wilson Pollara, a Caraguá para falar sobre “Santa Casa Sustentável”, nesta sexta (26/9/2014), foi anunciada a licitação para o Hospital Regional, no município. 

O encontro reuniu representantes das Santas Casas de São Sebastião, Ubatuba, Ilhabela e São José dos Campos, no salão Monteiro Lobato, na secretaria de Educação, no Indaiá.
 
A unidade hospitalar será financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que abrirá licitação internacional em março de 2015. 

A empresa ganhadora da licitação terá 24 meses para entregar a obra concluída.

Mesmo satisfeito com a notícia, o prefeito Antonio Carlos ponderou ao secretário adjunto de Saúde do Estado, que dê referências à Casa de Saúde Stella Maris de Caraguá para evitar o deslocamento do grande contingente de pacientes para outros municípios enquanto o Hospital Regional não entra em operação.

Após um ano de intervenção, o Governo Municipal passou a Casa de Saúde Stella Maris para o Instituto de Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, totalmente saneada e livre de todas as dívidas. 

O Governo Municipal entregou o hospital também com melhorias como 22 novos leitos e novos equipamentos.

O Hospital Regional de Caraguatatuba será construído em uma área de 20.226,96 m², ao lado do shopping Serramar, em um terreno doado pela Prefeitura de Caraguá. 

Terá cinco pavimentos, 202 leitos, sendo 40 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
 
  • Sustentabilidade 
O secretário adjunto da Saúde do Estado de São Paulo, Wilson Pollara, disse que o programa “Santa Casa Sustentável” está sendo implantado em todo o Estado. Para isto, o governo estadual contratou a Charities Aid Foundation representada no Brasil pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), que terá a responsabilidade de criar ambiente favorável ao investimento social, criar planos para obtenção de recursos, oferecer soluções para doadores e apoio ao terceiro setor. 
O IDIS trabalhará com tutores experientes em captação de recursos. Cada tutor dedicará 30 horas por mês a cada Santa Casa e terá o papel de apoiar o desenvolvimento das tarefas; articular e integrar as Santas Casas; compartilhar o conhecimento já existente; e estimular as ações das Santas Casas.
O instituto também será responsável pelo fortalecimento da capacidade de captação de recursos privados de cada Santa Casa; medir por indicadores objetivos a real capacidade de obtenção de recursos do terceiro setor; e criar um departamento de captação de recursos para cada Santa Casa.
De acordo com Pollara, em 88 municípios do estado somente a Santa Casa é referência para atendimento hospitalar. “Isso representa o atendimento a um sexto da população do estado. É um número considerável. Dentro do programa, nenhuma Santa Casa receberá menos de R$350.470,00 por mês, para seu funcionamento”, afirmou.
Pollara também explicou que já está em atividade, desde janeiro de 2014, a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), que oferece dois serviços exclusivos: mapeamento de vagas de internação disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e atendimento médico à distância.
Os serviços auxiliarão as unidades de saúde que atendem casos de baixa e média complexidades e são geridas pelo Estado, municípios e instituições filantrópicas. Com investimento de R$ 3,2 milhões pelo governo do Estado, a central online oferecerá maior agilidade na transferência de pacientes entre unidades hospitalares, além de mapear leitos de internação disponíveis no SUS em todo o Estado de São Paulo. A prioridade será para os pacientes em tratamento de câncer, cardiopatias congênitas, dependentes químicos e pessoas que precisam ser transferidos para leitos em enfermarias.
Já o serviço de telemedicina vai auxiliar no esclarecimento de diagnósticos, na conduta do tratamento médico e na avaliação da necessidade ou não de remoção de pacientes para unidades de maior complexidade hospitalar. Em tempo real, equipes médicas da Cross e dos serviços hospitalares discutirão os quadros clínicos de pacientes, por meio de uma videoconferência (sistema de comunicação com transmissão de áudio e vídeo via internet). Os casos mais complexos serão analisados por equipes médicas de três hospitais universitários: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e o Hospital São Paulo (ligado à Unifesp). A Cross pode ser acessada pelo endereço eletrônico www.cross.saude.sp.gov.br. 

 
< Anterior   Próximo >

Litoral Norte

Mudanças | Fretes

Mudanças e Carretos para o Litoral Norte de SP

Estradas Ao Vivo

Guia Comercial

Anúncie Grátis

2ª Via IPTU Caraguá

2 via IPTU de Caraguatatuba

Bairros de Caraguá

Bairros de Caraguatatuba

Caraguatatuba | Hospedagem | Hotéis Flats Pousadas | Praias » Prainha, Palmeiras, Indaía, Tabatinga, Mococa, Cocanha, Praia Martin de Sá, imóveis, imobiliarias, Temporada